Projeto Icó Mandantes: Sai a HIDROSONDAS entra a PLENA

Petrolândia 20 de dezembro de 2013ocupa03_

Até que enfim a hidrossondas saiu. Quase um ano de luta dos produtores, sindicato, políticos, técnicos da CODEVASF articulando-se para de forma consensual convencê-la que a sua forma de agir, administrar não correspondia às necessidades dos serviços demandados pelo sistema de irrigação do Projeto Icó Mandantes.

Em apenas 25 dias a empresa que a substituiu a PLENA CONSULTORIA E PROJETOS LTDA começa a conquistar a confiança dos produtores ao produzir resultados a muito esperados por todos.

Em conversa com técnicos CODEVASF E DA PLENA percebi que em termos estruturais nada mudou. Apenas percebi que são duas empresas com visões de mundo e de administração bem diferentes: A HIDROSSONDAS via o futuro como incontrolável, a PLENA vê o futuro como controlável. A anterior parecia achar que o futuro deveria ser previsto a segunda acha que o futuro deve ser vivenciado. Para uma o futuro é amanhã para a outra o futuro é hoje. A isso damos o nome de visão de futuro proativa e é isto que a PLENA tem demonstrado nestes 25 dias de trabalho.

Em pouquíssimo tempo identificou problemas e definiu prioridades.

Hoje um produtor rural me fez o seguinte comentário:

-Houve um vazamento em uma tubulação de uso comum próximo ao meu lote: Quando eu me preparava para ir avisar no centro administrativo distante 8 km o pessoal da manutenção chegou. E o mais interessante: Eram as mesmas pessoas de antes. O que mudou?

Por fim uma frase do grande Albert Einstein para reflexão pelos dirigentes da CODEVASF como contratante e da PLENA como contratada:

“Os problemas significativos com os quais nos deparamos não podem ser resolvidos no mesmo nível de pensamento em que estávamos quando eles foram criados.”

Uma dica: Esses problemas foram criados em 1986 quando foi assinado o acordo entre CHESF e reassentados intermediados pelo Sindicado e Polo Sindical. Precisamos como pensa a PLENA, pelo menos é o que percebi em reunião com um dos seus Dirigentes, Dr Elias, vivenciarmos esse futuro hoje, com o contexto social de hoje, com o pensamento de hoje, numa Visão de Futuro Proativa.

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *