Petrolândia 2016: Carnaval ontem e hoje

 

“…Foi bom te ver outra vez
Tá fazendo um ano
Foi no carnaval que passou
Eu sou aquele Pierrô
Que te abraçou e te beijou, meu amor…” (Máscara negra – Zé Kéti e Pereira Mattos).

O perfil dos carnavais saudosos de Petrolândia acabou? Não. Apenas mudou o cenário ou de cenário. Ontem, na velha cidade submersa tínhamos durante, o dia, os Corsos que eram desfiles de carros, com foliões geralmente fantasiados, que jogavam confetes, serpentinas e esguichos de lança-perfume nos ocupantes dos outros veículos. Havia também o desfile dos bonecos do grande folião Panta. À noite os bailes no Grêmio e no Clube da Barreira onde só podia entrar a fina flor da cidade. O povão tinha que se contentar com o carnaval democrático do clube Piçarrinha.

Mas se não acabou, onde estão os grandes foliões de ontem que ninguém viu brincando no carnaval de 2016 em Petrolândia? Se dermos um espiadinha nas redes sociais veremos. A fina flor formada hoje por empresários e políticos mudaram de palco. Está nos carnavais do Recife e Olinda, Rio de Janeiro, Salvador, etc, nos melhores Resorts do País ou nas Roças que de Roças só o nome. São verdadeiros paraísos à beira do lago com lindas piscinas, píer, lanchas, jets skis e muito mais.

Por aqui, a turma do tacho e tantos outros blocos não deixaram a peteca cair. A alegria tomou conta da cidade, principalmente na orla, formada por foliões consumidores que contribuem para eleger os políticos e deixar os empresários mais ricos para que no próximo carnaval se ausentem novamente da cidade para brincar o carnaval em outras paragens.

20160209_16334820160207_16484520160207_164702
20160207_164544
20160207_164542